Comece a vender nas Redes Sociais

Imagine que Alice toca violão há muitos anos. Chegou a hora de compartilhar seu conhecimento com outras pessoas.

Por esse motivo, Alicie criou um site no qual oferece aulas on-line de violão para alunos iniciantes e intermediários. As lições acontecem por meio de vídeos curtos e ela disponibiliza livros on-line para download.

A missão de Alice é mostrar aos seus alunos que qualquer pessoa pode aprender a tocar violão no conforto da sua casa.

Mas primeiro ela precisa que eles se inscrevam nas aulas.

Como Alice consegue fazer com que os alunos se inscrevam nas aulas de violão?

Alice provavelmente deve criar uma conta em uma rede social e começar a fazer publicações. Cada vez mais, as pessoas estão descobrindo novos negócios por meio das suas redes sociais favoritas; portanto, ter um perfil da sua empresa — e publicar nele — é uma ótima forma de se conectar com clientes e fazer novas vendas.

Não importa onde você esteja ou que tipo de produto esteja vendendo, é mais provável que seu público-alvo use serviços de redes sociais.

As pessoas usam redes sociais para manter contato com amigos, se divertir e descobrir novas marcas e produtos. Um novo estudo revelou que 62% das pessoas ficam mais interessadas por uma marca depois de vê-la nas redes sociais.

Ainda que nem toda rede social disponibilize vendas diretamente para clientes, muitas oferecem recursos que permitem às empresas mostrar seus produtos para clientes e assim levá-los ao seu site para concluir uma compra.

Para começar a vender nas redes sociais, certifique-se de que sua empresa tenha uma conta separada do seu perfil pessoal.

Mesmo que você esteja começando a vender seus produtos em casa e que não seja um perfil registrado, uma conta separada ajuda a criar uma marca e ajuda a manter seus perfis organizados, evitando confundir seu público.

Muitas redes sociais oferecem recursos para contas empresariais, seja a possibilidade de veicular o link do seu site, fazer upload de um catálogo de serviços, ou destacar imagens dos seus produtos.

Para transformar seu perfil em uma conta profissional, visite a seção de configurações das suas redes sociais ou consulte o site das redes para obter mais informações sobre como configurar uma conta para empresas.

Em seguida, verifique periodicamente o site da sua rede social ou as páginas de perfis de empresa para acompanhar os novos recursos: eles podem ajudá-lo a vender seus produtos e a receber importantes feedbacks.

Posts com imagens tendem a ter taxas de engajamento mais altas se comparado com posts de texto, ou seja, fotos são importantes para impulsionar vendas.

Pense: quais tipos de foto mostrarão melhor seus produtos? Com um pano de fundo, em uso ou com zoom nos detalhes? Como você pode usar temas nas imagens para se relacionar com os clientes?

Por exemplo: se Alicie quiser comercializar suas lições on-line de violão para iniciantes, ela pode fotografar seu instrumento em um quarto ou na sala, ou melhor ainda: tirar fotos dela mesma enquanto ensina.

Capriche nas imagens para que elas chamem a atenção dos usuários. Tudo bem tirar fotos com a câmera do celular, mas veja se elas estão com iluminação certa e se mostram seus produtos da melhor maneira possível.

Pratique e experimente para descobrir o que funciona melhor para você.

Ao planejar seus posts nas redes sociais, pense em como eles se encaixam na identidade visual, no tom e no sentimento da sua marca.

Existem cores, temas ou estética que você deseja mostrar de forma consistente? Outro exemplo além do cenário da sua casa, Alice pode decidir usar luz natural e tons pastéis nos seus posts.

Pergunte a si mesmo: o tom as sua marca soa mais como o de um amigo ou como o de um especialista? É mais sério ou divertido? Isso também pode influenciar o que você publica.

Ao considerar o que combina ou não com seu conteúdo, pense nos diferentes tipos de posts que você deseja compartilhar.

Como uma conta de negócios, seus posts devem ter fotos dos seus produtos mostrando os detalhes, além de ter apelo sobre como os clientes podem comprá-los ao clicar em um link ou visitar sua loja física.

Lembre-se: é importante que nem todos os seus posts tentem vender explicitamente algo ao seu público. Isso pode dar a impressão de que a relação com eles é exclusivamente comercial.

Pense em qual tipo de publicação você pode fazer para falar com os interesses, identidade ou paixões do seu público mostrarem seus produtos, mas não use todo conteúdo para vender.

Entre posts promovendo suas aulas e e-books, Alice pode postar algumas listas de músicas com bandolins, vídeos de shows ou artigos interessantes sobre musicistas que fizeram história tocando o instrumento.

No caso de posts promocionais, considere explorar os recursos dos anúncios pagos da sua plataforma. Teste os anúncios nas redes sócias com pequenos investimentos e veja o que funciona melhor.

Postar nas redes sociais pode parecer fácil (já que todos temos um perfil pessoal), mas é importante ter um planejamento de publicações.

Crie uma agenda para as publicações com data, conteúdo e o tipo de plataforma que vai usar. Aposte em temas interessantes, engajando seu público com diferentes tipos de posts.

Uma estratégia coesa pode ajudá-lo a manter os clientes engajados, e mais importante: evite incomodá-los. Se Alice postar 15 fotos em um só dia, seus seguidores podem se irritar e achar que ela está “entupindo” o feed deles.

Manter um calendário de também permitirá que você considere feriados e outras datas em mente. Pode ser uma boa ocasião para postar sobre lançamentos e suas ofertas, gerando mais vendas para o seu negócio.

Como você provavelmente estará postando em mais de uma rede social, pense em como fará o conteúdo que será publicado em cada uma delas.

Por exemplo: enquanto algumas plataformas permitem que você publique muitas fotos de uma só vez, outras têm limites de caracteres ou permitem apenas postar vídeos.

A audiência é diferente em cada plataforma. Enquanto alguns serviços são usados por consumidores mais velhos, outros são usados pelos mais jovens. Ambos têm gostos diferentes e podem usar o seu produto por diferentes razões.

Alice pode entender que seu público em certa plataforma quer explorar a música tradicional no violão, enquanto seus alunos mais jovens querem aprender sobre música pop de um jeito singular.

As redes sociais são uma experiência pessoal para muito usuários. Portanto, se possível, mantenha o tom pessoal, autêntico e aberto à conversa. Considere usar seus posts para revelar os bastidores: mostrando como seus produtos são feitos e como sua equipe trabalha.

Outra parte importante das redes sociais é a interação. Considere com seu público e incentive-o a compartilhar seus posts.

Quando o seu público fizer perguntas e críticas nos comentário, responda em tempo hábil. Também não espere que eles façam as perguntas primeiro. Faça você mesmo as perguntas ao seu público e incentive-o a interagir com seus posts.

Convide seu público a compartilhar suas fotos com amigos e seguidores. A mensagem com esse apelo pode estar na descrição de um produto ou até mesmo na própria imagem do post.

Alice poderia compartilhar uma imagem pedindo aos seus alunos mais experiente que mostrem a primeira música que aprenderam no violão. A cada compartilhamento, ela ganha mais engajamento no seu post.

Para mais informações, acesse nossa página no facebook.