Evite Microgestão

Pense só: entrou uma pessoa nova na sua equipe. Que maravilha, ela vai poder te ajudar com suas responsabilidades e você vai ter tempo para desafios maiores.

Só que algumas dessas responsabilidades são coisas que você já faz há um tempão. Então parece muito mais rápido você fazer do que ensinar.

Curiosamente, a pessoa nova parece não estar pegando o jeito e você tem cada vez mais trabalho. É um pesadelo. Será que você está ensinando errado? Qual é o melhor jeito para cada pessoa aprender?

Ficar em cima de todas as decisões e ações dos seus funcionários é conhecido como microgestão. E isso pode dar muito errado.

Sem conseguir pensar em como resolver os próprios problemas, as pessoas podem usar métodos que não funcionam tão bem.Aí fica difícil elas fazerem alguma coisa certa sem ajuda ou supervisão.

Se elas tiverem liberdade podem descobrir como fazer as coisas do jeito delas. Aí quando der certo, a felicidade de encontrar soluções será uma motivação para se envolverem mais e serem mais produtivas.

Dar liberdade para os funcionários não quer dizer que você pode tirar uma soneca no meio do expediente.

Além de não fazer microgestão, gestores eficientes costumam definir metas individuais e para a equipe toda. Também cuidam para que tudo dê certo no final. Afinal, para ser um líder, é importante saber para onde vocês estão indo.

Para que seus funcionários possam ser livres, é legal você estar disponível para conselhos. Assim, elas podem confiar em você e você não precisa pegar no pé de ninguém o tempo todo.

Por último, gestores eficientes apoiam e equipe frente ao resto da empresa. Em caso de sucesso, conte pra todo mundo. e sua equipe precisar de ajuda de outra, é sua função fazer o máximo possível para conseguir os recursos necessários.

Pense assim: sua equipe não trabalha pra você, você trabalha para ela. Esse é o seu mantra.

Do mesmo jeito que você precisa confiar nas pessoas que trabalham para você, eles precisam confiar em você. E como faz para criar confiança?

Criar uma relação de confiança com sua equipe não começa da noite pro dia. Primeiro foque no jeito que se comunica: você tem que ser claro e aberto.

Imagina que um projeto novo começou. Já tem meta clara? Então faça uma reunião com a equipe para apresentar o projeto e entender como cada um está pensando em trabalhar.

Dê tarefas específicas para os membros da equipe e dê funções de liderança para quem se destacar. Assim, você valoriza sua equipe e aproveita para diminuir um pouco seu próprio trabalho.

Na hora de delegar tarefas, foque no talento de cada um. Mas também que os faça crescer. Assim, eles entendem a própria importância e se preparam para assumir mais responsabilidade com o tempo.

Mas não é porque as pessoas estão assumindo controle sobre o próprio trabalho que podem ficar completamente sem supervisão. Agende reuniões para ajudá-los a manter o foco e se disponha a ajudar durante o projeto.

Achar o meio termo entre microgestão e liberdade total pode dar um trabalhinho. Então pense nas habilidades das pessoas que trabalham para você.

Sente com cada membro da sua equipe para entender quanto apoio eles precisam. Dá pra se preparar para essas conversas se você fizer algumas perguntas sobre quem você está gerenciando. As perguntas têm 3 categorias: acessar, adaptar e colaborar.

Na hora de acessar, você quer descobrir o que alguém consegue fazer. Quais habilidades ele demonstrou ter? O que o motiva? O que ele faz muito bem?

As perguntas sobre adaptar, no entanto, te ajudam a descobrir qual estilo de gerenciamento vai funcionar com cada pessoa. Ela costuma ser pró-ativa ou prolonga tanto que você precisa pegar um pouquinho mais no pé dela?

Já que a maioria dos projetos precisam de gente para colaborar, veja que tipo de apoio ela precisaria para tudo dar certo. E de quanto apoio estamos falando? Esse apoio vem de você ou de outro membro da equipe?

As respostas dessas perguntas indicam quanto você pode delegar para cada pessoa da sua equipe. Lembre-se de ser flexível: quando desenvolver um estilo de gerenciamento, trabalhar para a equipe significa dar o que eles precisam para serem bem-sucedidos.

Para mais informações, acesse nossa página no facebook.