Comece pequeno e cresça sozinho com Bootstrapping

Imagine que seu amigo Diego ama tênis. Ele conhece todos os maiores jogadores e suas estatísticas, assiste todos os jogos, e decorou sua casa com o tema de tênis.

Diego diz a você que ele começou a fazer aulas de tênis e seu treinador acredita que ele tem o potencial para ser um jogador profissional um dia. Ele decide entrar em algumas competições.

Sabendo que Diego começou as lições de tênis seis meses atrás e nunca esteve em um torneio de tênis antes, que tipo de competição você acha que ele deveria entrar?

Um grande campeonato em que ele enfrentará os melhores jogadores do mundo.

Um torneio nacional para jogadores intermediários e avançados.

Um pequeno torneio local, com jogadores novatos do mesmo nível que ele ou apenas um nível acima.

É uma boa ideia para Diego entrar em um torneio pequeno e local primeiro. Dessa forma, ele pode ganhar experiência enquanto desenvolve suas habilidades. Isso vai ajudá-lo a se preparar para seu futuro como um campeão do Grande Slam, com milhões de dólares em patrocínio e fama internacional.

Se você tem uma nova ideia de negócio, o pensamento disso se tornar uma empresa de enorme sucesso pode parecer como vencer o principal torneio de tênis mundial.

Mas, assim como a carreira de tenista de Diego, provavelmente, você vai precisar de tempo para nutrir sua ideia antes de lançá-la para um grande público. Então, é uma estratégia inteligente começar pequeno e desenvolver sua ideia pouco a pouco.

Ao longo do caminho, você vai aprender as habilidades de que precisa para ser bem-sucedido, obter o tempo necessário para tornar sua empresa excelente, e arriscar bem menos do que se pensasse grande inicialmente.

Você pode estar pensando, “Mas mesmo se eu começar pequeno, preciso de dinheiro para alugar uma loja, ou para contratar pessoas, ou para construir meu produto, ou criar meu aplicativo.” É aí que o Bootstrapping entra!

Bootstrapping é um jeito de começar e financiar sua empresa sem pegar empréstimos ou depender de investidores.

O nome vem da frase “empurrar você para cima pelas suas alças da bota”, o que significa que você está construindo sua empresa usando seus próprios recursos em vez de apoio financeiro externo.

No Bootstrapping, você se concentra em fazer vendas antecipadas para financiar sua empresa. Isso significa que você pode ter de começar pequeno usando seus recursos atuais para criar uma versão mais simplificada e enxuta do seu produto ou serviço.

Você pode vender essa versão inicial da sua ideia, o que pode ajudar você com o financiamento que precisa para fazer crescer seu negócio. Clientes em potencial também podem dar a você o feedback sobre o que é ótimo e o que não é tão ótimo sobre seu produto ou serviço.

Evitando investidores antecipados (que vão ser donos parciais da sua empresa) e credores (a quem você vai precisar retornar o pagamento caso sua empresa dê certo ou não), você vai responder somente a si mesmo e não vai acumular dívidas.

Você também pode ter a chance de construir um bom histórico de vendas. Isso pode ajudá-lo a mostrar que seu produto ou serviço é viável e rentável quando estiver falando com potenciais investidores, credores e financiadores no futuro.

Para começar pequeno você precisa sonhar grande e pensar pequeno com um MPV, ou Mínimo de Produto Viável. Pense nisso como uma versão 1.0 do seu produto ou serviço.

Seu MPV é o modo mais eficiente, e com menor custo, de trazer seu produto ou serviço à vida. Certamente, esta não é a versão completa da sua ideia - você pode melhorar ou aprimorá-la mais tarde, ou até mudar seu design e propósito completamente.

Por exemplo, vamos dizer que você quer abrir um restaurante. É caro e arriscado para fazer imediatamente. Então seu MPV pode ser um food truck ou serviço de buffet. Ambos podem custar menos e permitir que você aprenda sobre os custos da comida, tamanho das porções, sobras, etc.

O primeiro passo para criar seu MPV é colocar no papel sua grande, abrangente visão, ou a versão ideal da sua ideia de negócio.

Assegure-se de considerar qual a oferta principal da sua empresa e como ela será diferente dos seus concorrentes.

Depois de ter sua visão definida, crie um plano financeiro que mostre quanto custaria lançar sua empresa na forma ideal.

Isso inclui custos de instalações como aluguel e melhorias, equipamento, funcionários, marketing e publicidade, estoques e matéria-bruta, e outros custos como seguro, verba de profissionais e licenças.

Em seguida, tire um momento para engasgar com o montante total. Então, pense sobre como você pode manter as ofertas-chave, os diferenciais e a essência da sua empresa enquanto corta parte dos custos

Pergunte a si mesmo: o que precisa ser removido para que eu possa começar pequeno? Por exemplo, o desenvolvedor de aplicativos pode considerar liberar uma versão simples e web do aplicativo de gerenciamento financeiro primeiro em vez de lançar o aplicativo mobile agora.

Você precisa esperar até seu MPV estar criado antes de começar a vender? Absolutamente não.

Novas empresas às vezes precisam de fundos iniciais até mesmo para criar um MPV. Especialmente se sua ideia de empresa gira em torno de um produto versus um serviço. Então, pode ser uma boa ideia fazer pré-vendas.

Isso envolve lançar e vender a ideia do seu produto MPV para conseguir pré-pedidos. Então você pode usar o dinheiro dessas vendas antecipadas para construir seu produto.

Se acontecer de você ter um ótimo produto, com boa aceitação pelo consumidor, você pode tentar financiamento para gerar dinheiro para a produção. Isso também ajuda você a gerar reconhecimento para sua nova empresa, divulgá-la e conseguir feedback do público.

Nesse momento, seu MPV não precisa ser perfeito antes de liberá-lo. Considere essa sua fase de teste, em que você pode construir, experimentar e repetir o quanto você precisar.

Para mais informações, acesse nossa página no facebook.